Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
Sem ilusoes.

Tenho amigos que embora um pouco mais velhos do que eu nao querem ter filhos nem casar. Nada contra obviamente.

Eu pessoalmente nunca vi a minha vida de outra maneira que nao o de mae , de esposa , de trabalhadora responsavel.Nao porque seja uma pessoa tradicionalista. Nao sou. Mas porque é realmente aquilo que gosto , que me dá prazer, que me faz feliz. Nao tenho qualquer ilusao que quando nascer o bébé as coisas nao vao ser faceis nem nenhum mar de rosas. Nao. Penso ate que sera mais complicado do que quando nasceu a M. Ja sei que a casa vai andar do avesso, a roupa para passar a ferro vai triplicar, o cansaço vai quadruplicar, vai haver chatices porque eu cansada sou insuportavel. Mas a felicidade vai aumentar ate ao infinito porque eu vou ser a mulher mais feliz á face da terra. Se quando a M. nasceu pareceu-me estranho dizer a minha filha, dizer "os meus filhos" vai ser extraordinario.

 

Se tenho medo? Sim tenho.

Se estou ansiosa ? Muito.

Se tenho receios ? Claro.

 

Se me sinto feliz ? bem....estupidamente feliz.

 

A nossa vida nao é nenhum oásis. Tambem temos os nossos problemas, as nossas quezilias ,as nossas turras. Mas tenho a certeza que nao estou sozinha , que estou amparada e que se cair terei alguem para me ajudar a levantar.

 

E quem pode contar com isto é a pessoa mais feliz do mundo.

E é isso que eu sou.


sinto-me: vou tomar um descafeinado
música: Unforgetable Frank Sinatra

publicado por finalmente feliz às 10:34
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|

.quantos andam a cuscar?
online
.eu sou assim
.Como o tempo passa.

Maia

.quem pôs cá os dedos
Contador de visita
Contador de visita
.contos e ditos

. Sem ilusoes.

.Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds