Terça-feira, 8 de Abril de 2008
Amor e uma cabana? Isso era dantes.

Que a vida hoje esta dificil jà todos sabemos. É complicado lidar com tudo o que queremos, tudo o que querem de nós, tudo o que na verdade podemos ter.

Lembro-me de umas moedas pequeninas de 2$50 que a minha mae me dava para comprar uma "xicla" ou da nota verde de 20$ que levava por mês para a escola para ter direito ao pao com manteiga ou tulicreme( este ultimo só á sexta feira claro esta) e ao pacotito de leite.

Nao digo que a vida fosse mais facil. Nao. Mas que era muito mais simples lá isso....Tenho a sensaçao de que ja nada nos chega.Um carro com dois ou tres anos ja esta desactualizado, queremos sempre uma casa maior (digo-vos por experiencia propria que é uma ilusao), queremos o telemovel de ultima geraçao , aquele que tira fotos, aquece a comida e faz a cama de manha.

Damos pouco valor ao que temos.

Se a vida era mais simples? Acho que sim.

Se era dificil? Claro que sim.

Se tinhamos o que precisavamos? Sim e bastava.

Nao queremos mais.Queremos demais.


sinto-me: ansiosa ansiosa ansiosa

publicado por finalmente feliz às 13:17
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Genny a 9 de Abril de 2008 às 13:53
Esta era de consumismo desenfreado está a criar uma sociedade sem sentido, sem respeito por nada.
E o pior é que a geração da xicla está a acabar.
Um abraço


De finalmente feliz a 9 de Abril de 2008 às 19:47
esta a acabar? nada disso.eu ainda estou aqui para as curvas.

um abraço


De touaqui42 a 9 de Abril de 2008 às 23:08
Ai ai minha amiga.
Ainda tenho por aqui umas moedinhas dessas, notinhas é que não.
Quando bebi o primeiro café pagava $60 ( sessenta centavos), ia ao cinema por 2$50 (vinte cinco tostões), fazia uma festa com 5$00 ( cinco escudos).
Havia quintas por todo o lado para a chicha ( levar sem falar com o dono) e fruta não faltava.
Bons tempos que no dia de hoje já se perdeu.
Era uma beleza saltar o MURO do seminário junto á casa e ir ás amoras naquelas amoreiras que dava amoras grandes, claro que os cães nos saltavam aos calcanhares (mas quem não arrisca não petisca) , e de cima das amoreiras esperavamos que os cães se afastássem para saltar o muro de novo.
A vida era dificil naquele tempo, mas vivia-se.
Hoje estamos naquela do consumismo em que se dá tudo e mais algo aos filhos e senão aos netos.
Hoje comprar uma casa é uma Dor de Cabeça, tem que se pagar as prestações da mesma e todos os anos o IMI e claro ao preço que as coisas estão então é melhor pensar duas vezes.
Hoje APARECE em todas as esquinas alguém a OFERECER EMPRÉSTIMO, empréstimos esses que se DEMORA meses infinitos a pagar e com TAXAS altissimas ( aliás, ninguém oferece nada de BORLA claro).
A vida de Hoje está dificil, não existe EMPREGOS e os DESEMPREGÁDOS são cada vez mais.
Dificuldade existe no dia de HOJE em arranjar EMPREGO aos 50 anos (direi aos 40 anos).
Existem sim Subsidios para os Patrões , que mais dia menos dia fecham as portas e ficam no BEM BOM.
Falar do passado e olhar o FUTURO hoje á uma grande diferença.



De finalmente feliz a 10 de Abril de 2008 às 13:25
Ola
a parte de tudo o que disse ,e que disse muito bem,o meu caro amigo fez-me lembrar que quando eu era novita(nao que seja velhota) ia ás amoras com o meu irmao. comíamos directamente sem as lavarmos e ficando todos lambusados.E que bem que sabia.
e oh´cá estou eu.

quanto ao resto,é o que temos.

aquele abraço


Comentar post

.quantos andam a cuscar?
online
.eu sou assim
.Como o tempo passa.

Maia

.quem pôs cá os dedos
Contador de visita
Contador de visita
.contos e ditos

. Livro de Instruçoes pleas...

. Quando mais precisamos......

. Exorcizar o que nos vai n...

. Meu Deus se te perco....

. Aos estúpidos que pululam...

. Nao valeu de nada o Papa ...

. oh pá é que nao ha mesmo ...

. Filhos poderosos.

. Admirando-me

. Tantos medos ...tantas al...

.Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds