Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008
Sem ilusoes.

Tenho amigos que embora um pouco mais velhos do que eu nao querem ter filhos nem casar. Nada contra obviamente.

Eu pessoalmente nunca vi a minha vida de outra maneira que nao o de mae , de esposa , de trabalhadora responsavel.Nao porque seja uma pessoa tradicionalista. Nao sou. Mas porque é realmente aquilo que gosto , que me dá prazer, que me faz feliz. Nao tenho qualquer ilusao que quando nascer o bébé as coisas nao vao ser faceis nem nenhum mar de rosas. Nao. Penso ate que sera mais complicado do que quando nasceu a M. Ja sei que a casa vai andar do avesso, a roupa para passar a ferro vai triplicar, o cansaço vai quadruplicar, vai haver chatices porque eu cansada sou insuportavel. Mas a felicidade vai aumentar ate ao infinito porque eu vou ser a mulher mais feliz á face da terra. Se quando a M. nasceu pareceu-me estranho dizer a minha filha, dizer "os meus filhos" vai ser extraordinario.

 

Se tenho medo? Sim tenho.

Se estou ansiosa ? Muito.

Se tenho receios ? Claro.

 

Se me sinto feliz ? bem....estupidamente feliz.

 

A nossa vida nao é nenhum oásis. Tambem temos os nossos problemas, as nossas quezilias ,as nossas turras. Mas tenho a certeza que nao estou sozinha , que estou amparada e que se cair terei alguem para me ajudar a levantar.

 

E quem pode contar com isto é a pessoa mais feliz do mundo.

E é isso que eu sou.


sinto-me: vou tomar um descafeinado
música: Unforgetable Frank Sinatra

publicado por finalmente feliz às 10:34
link do post | comentar | favorito
|

13 comentários:
De cuidandodemim a 18 de Agosto de 2008 às 13:13
Tenho vindo a pensar nesse assunto, de como saber se é a pessoa certa para se casar... Talvez me possas ajudar, sem expor a tua vida pessoal... Gostaria de saber o que te levou a ter a certeza que era a pessoa certa para casares e o que foi diferente do teu primeiro casamento.
Obrigada
Bjns!


De finalmente feliz a 18 de Agosto de 2008 às 14:21
ola .pergunta interessante.
terei todo o gosto em tentar pelo menos dar-te o meu ponto de vista.
Quando me casei pela primeira vez era realmente muito nova, tinha 20 anos e nesta idade a gente sabe lá o que quer da vida. So sabia que queria sair de casa, já namorava ha tres anos e por isso pareceu-me que casar seria o proximo passo. Nunca pensei no amor. Ao fim de 8 anos e uma filha cheguei á conclusao que nao estava feliz porque queria amar como mulher. Se calhar fui egoista mas nao me bastou ser amada. Entao contra tudo e contra todos e para nao magoar mais ninguem saí.
passados 7 meses conheci o meu actual marido e a primeira coisa que pensei depois de termos estado na conversa cerca de 4 horas foi : aqui esta uma pessoa que poderá vir a ser um grande amigo. Nunca pensei que casaríamos. Mas a verdade é que nos tornamos grandes amigos . Quando nos juntamos nao estavamos a fugir de nada nem a tentar chegar a lado nenhum.O nosso objectivo é sermos felizes.
O truque está em nao fazer planos a longo prazo e nao querermos fazer tudo sozinhos.

espero ter-te ajudado.

jocas


De Subjectividades a 18 de Agosto de 2008 às 14:24
E porquê sem ilusões amiga??
Por saberes que não será nenhum mar de rosas? De facto não é especialmente para quem é mãe esposa dona de casa e trabalhadora mas haverá vidas fáceis?? Eu respeito também a opcão de cada um mas o que importa é que te sentes feliz, acompanhada, realizada, o resto é pura demagogia!
Mais uma vez parabéns!

Bjinho


De finalmente feliz a 18 de Agosto de 2008 às 14:33
Ola
quando digo sem ilusoes quero dizer que nao será como da primeira gravidez: pensar em bébes fofinhos e que dormem toda a noite. Tenho os pés mais assentes na terra e estou ansiosa por passar horas a mimar os meus filhotes, por ter a casa desarrumada, por dar um berro e dizer : pára já de ferrar a tua irma.

o que querem? adoro a confusao dos miudos.


De Subjectividades a 18 de Agosto de 2008 às 14:55
E acredita que é bom amiga!!
Os meus já são todos grandes e dá-me uma certa nostalgia daquele tempo de fraldas e afins...mas para compensar tenho os sobrinhos né!

Bjinhos e felicidades


De finalmente feliz a 18 de Agosto de 2008 às 21:30
ai as fraldas...já me estava a esquecer dessa parte.
e do cheirinho de bébé. e da pele macia, e das roupas ridiculamente e absurdamente lindas e fofas.

hummmmm......


De Inês ;) a 18 de Agosto de 2008 às 15:11
Ser mãe deve ser uma experiência... Simplesmente maravilhosa!!!

Muito parabéns!!!
Espero que corra tudo bem!!!

Mais um significa mais trabalho, mas também mais alegrias!!!

Beijcas


De finalmente feliz a 18 de Agosto de 2008 às 21:34
penso que tens menos de cerca 11 anos do que eu pelo que vi no teu perfil.

aproveita ao maximo o que tens agora.
vais aproveitar muito mais qd tiveres um filho.

é só uma dica de uma gaja mesmo mesmo tola.


De Inês ;) a 19 de Agosto de 2008 às 09:33
Acredita que aproveito!!
Quero filhotes mas só daqui por 10 anitos!!
Ainda tenho o curso para tirar, tenho de trabalhar e aproveitar bem esta fase da vida... E depois vamos a isso..
Cada coisa na sua fase...
Neste momentos nem penso nisso... (que medo!!) LOL

Beijocas


De Sergio Silva a 18 de Agosto de 2008 às 16:11
eu sei que parece assustador mas estarei sempre aqui para te apoiar,vai ser uma confusão mas vai ser uma confusão feliz porque e assim que nos sentimos.beijo na boca.


De lovenox a 18 de Agosto de 2008 às 16:51
O ter ou não filhos é uma opção de cada um, talvez quem não os deseje ter seja mais egoísta ou egocêntrico, eu próprio já casado há alguns anos não sinto qualquer desejo de ter filhos, talvez porque já me habituei ao facto de poder descansar em casa sem barulho... no entanto, o instinto maternal da minha esposa está a revelar-se e se ela assim o entender um Benjamim será bem vindo.... com certeza.


De finalmente feliz a 18 de Agosto de 2008 às 21:39
ola caro amigo.
eu por acaso até nao sou daquelas pessoas que acha que um filho vem fortalecer um casamento. Uma coisa nao tem nada a ver: um casamento nao se salva ou acaba por nascer um bébé. Penso só que ha uma ordem natural das coisas para cada um e nao uma ordem universal( eh pá ando mesmo a ler Paulo Coelho demais). Para umas pessoas é normal desejarem um filho como prolongamento da sua vivencia, outras pessoas nao sentem essa necessidade.

agora contra relógios biologicos e afins ....nao ha mesmo nada a fazer.

va-se resignando.

auqele abraço


De olha_por_mim a 20 de Agosto de 2008 às 15:50
Olá amiga!!!!!
Estive ausente de férias...mas agora que voltei leio uma boa notícia...
Muitos Parabéns...ser mãe é sem dúvida das melhores coisas...e tu pela segunda vez vai ser sem dúvida muito bom...
Espero que corra tudo bem...vai correr...tenho a certeza...e desejo-vos muitas felicidades...
Beijocas grandes


Comentar post

.quantos andam a cuscar?
online
.eu sou assim
.Como o tempo passa.

Maia

.quem pôs cá os dedos
Contador de visita
Contador de visita
.contos e ditos

. Livro de Instruçoes pleas...

. Quando mais precisamos......

. Exorcizar o que nos vai n...

. Meu Deus se te perco....

. Aos estúpidos que pululam...

. Nao valeu de nada o Papa ...

. oh pá é que nao ha mesmo ...

. Filhos poderosos.

. Admirando-me

. Tantos medos ...tantas al...

.Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.tags

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds